Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Novembro: Lembrar quem partiu...

por Francisco Carita Mata, em 01.11.14

NOVEMBRO, Outono...

 

Outono da Vida. É tempo de lembrar que já tivémos primavera, verão e que se aproxima o inverno.

Lembranças de quem partiu... Lembrar os Entes queridos que já fizeram o périplo da Vida e que nos deixaram saudades...

Todos nós e cada um de nós segue este caminho inexorável.

Quem não tem Alguém que recorde com estima e amizade e a quem já não pode dizer como dói a Saudade?!  

Quando ler esta simples e despretensiosa quadra, lembre-se de Quem partiu...

 

 ABALASTE...

 

Ao morrer alguém amigo

Um pouco de nós vai com ele.

Abalaste. Foi contigo

Um pouco da minha pele!

 

(Quadra publicada no Boletim da Associação Portuguesa de Poetas, Jan. 1990.)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:30



Há quem do Tejo só veja o além porque é distância. Mas quem de Além Tejo almeja um sabor, uma fragrância, estando aquém ou além verseja, do Alentejo a substância.

Temas

Poesia

Arquivos

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog