Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Parabéns? Dois anos?

por Francisco Carita Mata, em 08.10.16

Um Balanço que não é balanço.

Afinal este blogue faz hoje dois anos.

 

Canto-lhe os parabéns ou não, ou isso parece ridículo?!

 

Bem! Nem sei como começar este post. Um pouco da mesma angústia, sentida precisamente há dois anos, quando iniciei este blogue: Como começar?

 

Em 2014, iniciei o 1º post temático, com uma crónica sobre “Cante e Poesia”, tal como referi ontem. E sobre que já dei a conhecer e continuarei a divulgar.

E com esta deixa, deixei-me embalar e já ia começar um balanço.

Mas não é isso que quero expor neste post. Fá-lo-ei, noutro. Talvez amanhã!

 

Agora quero tão só e apenas assinalar a data natalícia do blogue: 2 anos!

E agradecer.

 

Antes de tudo o mais, à “Equipa” de suporte a esta estrutura dos blogues. Que nos permite, nos possibilita esta ação de irmos escrevendo e divulgando o que escrevemos. De lermos e conhecermos o que Outros também escrevem ou nos mostram, divulgam ou dão a conhecer.

Não sei muito bem como tudo isto funciona, mas julgo haver muita gente a trabalhar para operacionalizar este sistema. Obrigado!

 

Obrigado também a todas as Pessoas que seguem estas narrativas, narrações, devaneios em prosa ou verso, que visitam esta babilónia de temas, que visualizam e um agradecimento ainda mais especial a quem comenta.

 

Especialíssimo agradecimento a quem subscreve!

 

Nascer Sol Tejo Agosto 2016 Foto original DAPL.jpg

 

Obrigado a quem me ajuda, colabora comigo, contribui com temas, assuntos, fotografias, originais para o blogue.

 

Muito obrigado também a todos aqueles de quem “saco” imagens e/ou fotos, que quase sempre identifico a origem, mas os autores, os criadores propriamente ditos, penso que acabam por escapar, porque já estão omissos nos sites onde os busco.

 

A todos os que se movimentam nestas plataformas, que, mesmo sem o saberem, direta ou indiretamente, nos estimulam.

 

Afinal, termino como comecei.

Canto os Parabéns ou não?!

E… a quê? A quem? (…?!)

Para finalizar, penso que a TODOS NÓS: Emissores e Recetores, Agentes Comunicacionais, que permitimos e possibilitamos que este Veículo, este Meio Comunicacional, funcione e que a Mensagem / as Mensagens circulem, se propalem.

Parabéns!

E um frisar muito especial: Viva a Liberdade de Expressão!

(Nota: Foto original de D.A.P.L. - 2016.)

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:08



Há quem do Tejo só veja o além porque é distância. Mas quem de Além Tejo almeja um sabor, uma fragrância, estando aquém ou além verseja, do Alentejo a substância.

Temas

Poesia

Arquivos

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog