Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



PRAXES!

por Francisco Carita Mata, em 12.09.15

E uma vez que, neste mês, iniciámos a abordagem de temáticas relativas à EDUCAÇÃO

não podemos deixar de tratar, ainda que muito sinteticamente, o tema das PRAXES!

 

Agora que se concluiu a 1ª Fase de Acesso ao Ensino Superior, que os Alunos, que tiveram entrada nesta 1ª Fase de Candidatura, terão realizado as respetivas Matrículas, nas Escolas Superiores em que tiveram entrada, ir-se-ão iniciar as respetivas Aulas.

E, com este início, também o desenrolar das PRAXES.

 

Sobre o assunto pouco mais poderei dizer, para além do que quase toda agente conhece, já que, nos últimos anos, estes acontecimentos têm sido muito comentados nos media.

Para quem quiser aprofundar e conhecer melhor o tema, e acho que deve fazê-lo, consulte, por ex., o excelente artigo da wikipédia e este acervo de imagens.

E formule o seu próprio juízo crítico.

 

Quanto a mim, tenho opinião formada.

 

NÃO, às PRAXES, da forma como têm sido concretizadas, embora nos últimos anos, principalmente após os acontecimentos trágicos que ocorreram recentemente, tenha havido alguma modificação no respetivo modus faciendi.

 

SIM, a ATIVIDADES de INTEGRAÇÃO dos NOVOS ALUNOS, nas respetivas INSTITUIÇÕES do ENSINO SUPERIOR e nas LOCALIDADES e MEIO em que estas se inserem.

ATIVIDADES organizadas por Alunos, Professores, Entidades Académicas, Instituições do Ensino Superior, que não se podem nem devem colocar à margem destas iniciativas.

Felizmente e, como digo, principalmente nos anos mais recentes, têm-se verificado mudanças pela positiva!

 

A si, que é ALUNO, caso já esteja a frequentar o Ensino Superior, e caso participe nas Atividades de Entrada dos novos Alunos, seja qual for a respetiva designação, não se envolva em ações em que não respeite os seus colegas novos, enquanto seus IGUAIS. Nenhum Aluno é superior a outro Aluno, só porque este acabou de entrar este ano no Ensino Superior, que você já frequenta há mais anos!

 

Para si, que é ALUNO recentemente entrado no Ensino Superior, não se sujeite a atividades em que não seja respeitado e tratado enquanto IGUAL, a todos os seus outros colegas mais velhos, de anos mais avançados de estudos, pretensamente auto intitulados de graus supostamente de ascendência nobiliárquica, invocando o peso de uma falsa tradição, destituída de sentido racional e que só existiu em tempos recuados de atraso civilizacional.

Não se vem construindo uma DEMOCRACIA, há mais de quarenta anos, em que é suposto todos os CIDADÃOS serem LIVRES e IGUAIS em DIREITOS e DEVERES, para se retroceder a tempos e modos de agir socialmente que já nem no tempo final do Estado Novo existiam.

E ocorrendo em Instituições onde é suposto formarem-se Pessoas, Cidadãos, com graus académicos de nível superior!

Ninguém tem o direito de lhe impor, de o coagir, física ou psicologicamente, a ter atitudes e comportamentos em que seja humilhado, rebaixado e não seja tratado enquanto CIDADÃO LIVRE e IGUAL!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:39



Há quem do Tejo só veja o além porque é distância. Mas quem de Além Tejo almeja um sabor, uma fragrância, estando aquém ou além verseja, do Alentejo a substância.

Temas

Poesia

Arquivos

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog