Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



RTP2 - “Maravilha das Maravilhas” e “Revolução”?

por Francisco Carita Mata, em 05.01.16

“Croniqueta” Televisiva!

 

Torno a debruçar-me sobre programas da RTP2.

 

No domingo passado… (e, de repente, vêm-me à memória versos e a melodia da célebre canção…), …bem, no pretérito domingo, a RTP2 exibiu mais um dos seus excelentes documentários, antes da reposição do 1º episódio da série “A Família Krupp”, sobre que já falei no blogue.

Designa-se “Maravilha das Maravilhas”.

 Aqui!

E o vertente episódio debruçou-se sobre as “Plantas” – “As verdadeiras soberanas do Planeta!”.

“Obrigatório” De(ver)!

 

Faltou, em tão rico documento formativo e informativo, lembrar, ou dar a conhecer(?) a interdependência entre Seres Humanos e Plantas, na mais elementar condição da nossa sobrevivência enquanto Seres vivos. A Função Respiratória!

Que a maioria das pessoas desconhecerá, ou melhor, não atribuirá o devido valor e significado.

 

(Bem, não sei se, noutros episódios, terão abordado o assunto… pois não os tenho visto todos.)

 

Vou tentar seguir estes Documentários!

 

*******

 

Quanto a série(s)…

 

Revolução In. RTP Extra .jpg

 

Estão a transmitir uma americana… designada, mesmo no original, “Revolução”!

Aqui!

 

Face à forma e conteúdo eu chamar-lhe-ia “Involução”.

(“Lá está este com a mania de batizar as séries”, comentarão, os eventuais leitores.)

Reconheço que o título a que me aventurei como padrinho não é lá muito sugestivo, é certo. “Revolução” é muito mais apelativo. Mas o enredo reporta-nos mais para o Passado, trata-se de um “movimento regressivo”, enquanto o título atribuído, pelo menos no sentido que dele vislumbro, reporta mais para o Futuro.

Talvez engano meu..

 

Bem, seja qual for o melhor nome de batismo, não aprecio a série. Vi o primeiro episódio, tenho visto pequenos excertos de outros, mas não me fixei. Não fui “agarrado”. A temática, tanto na forma como no conteúdo, não se me tornou apelativa.

 

Depois das excelentes séries europeias, estas americanas tornaram-se-me demasiado superficiais, quiçá desinteressantes, melhor, menos interessantes. Esta, de todo, desinteressou-me completamente.

 

Mesmo "Mad Men", na última temporada, transmitida em finais de 2015, ficou aquém das minhas expectativas. Que vira temporadas anteriores, muito antes de ter blogue ou de ter mais tempo livre, como tenho agora, mas sempre procurava seguir os episódios, que via sempre com bastante agrado.

Nesta derradeira temporada, vi, gostei, segui os episódios, escrevi sobre eles, mas pairava sempre o espectro do que vira nas europeias, apesar de aparentemente possuírem menores recursos. Embora tenha gostado de ver!

 

Nenhuma daquelas excelentes séries terá tido continuidade em sequentes temporadas?!

 

“Borgen”… “A Herança”… “El Príncipe”… “Hospital Real”… “Crime e Castigo”… (Que saudades dos “nossos três mosqueteiros”)…, “Os Influentes”…, recentemente reposta… “Gomorra”…

 

Nenhuma destas séries de alta qualidade teve continuidade?!

?! (…)

 

Se o objetivo era “agarrar” os jovens… Não sei!

 

Os jovens visualizam séries, sim, mas recorrem mais a outros meios que não a RTP2. Computadores, internet, “tabletes”, e outros quejandos que tais, nessa instrumentália, de que desconheço a maioria dos nomes de batismo… Outros canais. Acho que este Canal, RTP2, talvez preconceito meu, é mais utilizado assim pelos “cotas”, em que me incluo!

 

Bem, não falo das interpretações. Que, nesse aspeto, em todas há excelentes. Atores e Atrizes! 

 

Bem, e assim, bem ou mal (?), termino esta “croniqueta”!

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:55



Há quem do Tejo só veja o além porque é distância. Mas quem de Além Tejo almeja um sabor, uma fragrância, estando aquém ou além verseja, do Alentejo a substância.

Temas

Poesia

Arquivos

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog