Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Aquém Tejo

Há quem do Tejo só veja o além porque é distância. Mas quem de Além Tejo almeja um sabor, uma fragrância, estando aquém ou além verseja, do Alentejo a substância.

Há quem do Tejo só veja o além porque é distância. Mas quem de Além Tejo almeja um sabor, uma fragrância, estando aquém ou além verseja, do Alentejo a substância.

Memorieta a Poeta José Duro

Jardim da Corredoura – “Cidade de Régio” -Portalegre

Homenagem José Duro. Foto Original. 2021.11.04.jpg

“Portalegre a Cidade e a Serra”, de Ângelo Monteiro, com Introdução, revisão e notas de Luís Bacharel. Edição de “A CIDADE” – Revista Cultural de Portalegre” – 1982.

Vista da Cidade. Foto original. 2021.01.08.jpg

Este livro debruça-se sobre a temática citada, englobando “Resenha histórica, Roteiro urbano, Descritivo, Volta à Serra, Freguesias rurais, Triângulo turístico e Notas.»

Nele, fazem-se referências ao monumento evocativo do Poeta José Duro. E, pelo descritivo e foto apresentada, constatam-se algumas alterações ao modelo inicial. (Tal como o Jardim e equipamentos da Corredoura que sofreram grandes alterações na sequência da intervenção do Programa Pólis: 2004, …).

Algumas citações do livro:

«… encontra-se em ampla praceta, a memorieta a José Duro (XVI)»… pag.20

(...)

«XVI – Duro (Memorieta ao poeta José Duro)

Por justa iniciativa dos estudantes portalegrenses, em 23 de Julho de 1944, foi inaugurada a memorieta que homenageia o notável e infeliz poeta José Duro, nascido nesta cidade em 27 de Outubro de 1878. Depois de uma curta vida, torturado pela doença e quase esquecido, veio a falecer em 1899, em Lisboa, no dia 18 de Janeiro.» pag. 41

(Nesta página 41, contendo a breve descrição anterior, figura também uma foto do medalhão com a efígie do poeta e subscrevendo a imagem, os seguintes dizeres: «HOMENAGEM DOS ESTUDANTES».)

«Nota (41) – O projecto da memorieta é do pintor portalegrense João Tavares e o trabalho em bronze de Inácio Perdigão.» pag. 82

Assinatura I. Perdigão. Foto original. 2021.11.04.jpg

Este postal completa o anterior sobre o assunto, esclarecendo um pouco mais sobre o monumento evocativo, de que me lembro das diferenças, nomeadamente o texto evocativo da homenagem dos estudantes, que não figura atualmente no monumento.

Medalhão José Duro. Foto original. 2021.10.15.jpg

Face também à Autoria do monumento, João Tavares, não seria justo figurar uma placa evocativa dos promotores da homenagem, da autoria do singelo, mas sugestivo monumento e a data da respetiva concretização?! (Digo eu... Sei lá!)

E quem foi Ângelo Monteiro?!

(...)

Grato pela atenção. Votos de muita saúde!

 

“Momentos de Poesia”: 15º Aniversário

"Cidade de Régio" / Portalegre: Hotel José Régio

Cartaz Momentos de Poesia Nov 21.jpg

Parabéns a “Momentos”.

Aos seus Organizadores, com realce para Drª Deolinda Milhano que tem mantido a “Chama da Poesia” na “Cidade de Régio, ao longo destes quinze anos. Desde 2006! Interrompidas as sessões poéticas durante estes tempos confusos de “Covid”, retorna à Cidade este evento cultural multifacetado: Poesia, Música, Canto.

Parabéns a todos os Participantes. Que corra tudo pelo melhor! Com Saúde!

Vista de Portalegre das "Portas do Crato". Foto Original. 2021.07.22.jpg

Ilustração também com um “quadro” da Cidade. A Serra, a que chamo “Serra de Portalegre”, onde pontificam espaços icónicos que percorremos em Caminhadas.

Um excerto da “Cidade Nova”. Um local emblemático e histórico: o célebre “Palácio Amarelo”. E um quintal, locais característicos da “Cidade de Régio” e que tanto a valorizam. Bem que podiam organizar “Percursos pelos Quintais”!

E, Caro/a Leitor/a, sabe identificar o local de onde se têm estas lindas vistas?!

Não nos tirem as vistas, por favor!

 

Eleições antecipadas: 30 de Janeiro de 2022!

E, a seguir, um 31?! De Janeiro! "Um trinta e um"!?

Uns bitaites, umas metáforas, uns provérbios… e sondagens.

Questões pertinentes ou perguntas impertinentes?

Arco do bispo. Foto original. 2021.07.22.jpg

31 de Janeiro?! Até há uma rua, na “Cidade de Régio”, com a designação de “Rua 31 de Janeiro”, antiga “Rua dos Canastreiros”! Com a República e como forma de “condicionar/doutrinar” à causa republicana, muitas ruas, artérias e avenidas adquiriram outros nomes: Ruas ou Avenidas da República, de Cinco de Outubro é o que mais há por aí ... Em Lisboa, nem se fala. Mas essa “moda” ou imposição (?) foi reproduzida por todo o país.

E sabe a que ano se reporta esse 31 de Janeiro?! Pois, a 1891! Um trinta e um, a noventa e um!

Mas na Monarquia também os nomes das ruas identificavam o regime. A Avenida Almirante Reis era Dona Amélia. Qual seria o nome mais bonito, para a Avenida: Almirante Reis ou Rainha Dona Amélia?

Mas tudo isto a propósito do trinta e um e do trinta de Janeiro. E, a seguir... Um 31?!

Já o afirmei. Não concordo nada com estas eleições antecipadas. Fossem os interesses do país que norteassem os partidos e eles teriam deixado passar o orçamento. Como?! Abstinham-se, pura e simplesmente, os que votaram contra.

Só alguns?! Não! Todos! E o orçamento teria passado.

Se as afirmações de Sua Excelência, o Senhor Presidente, tiveram influência? O que acha?!

Quanto ao discurso de Sua Excelência, o Senhor Presidente, a 4 de Novembro, é com se costuma dizer: “Fala bem, mas não me alegra”! Que o Senhor Professor Doutor Marcelo Rebelo de Sousa “sabe mais que o Mestre da Música”!

Agora já anda tudo num rebuliço.

E uma das “pragas” das campanhas eleitorais e pré-eleitorais, são as sondagens.

Mal foi decidida a data das eleições, logo a RTP1 apresentou uma. Pelo célebre pivot… dos Santos. Foi cá uma peroração!

Uma pergunta impertinente, melhor, várias perguntas impertinentes.

A escalpelização minuciosa, pormenor a pormenor, conjetura a conjetura, pergunta a pergunta, questão a questão, será notícia?! Será informação? Ou será, preferencialmente, propaganda, manipulação, condicionamento informativo e especulativo?!

O que acha, Caro/a Leitor/a?!

E por aqui me fico, que ainda faltam praticamente três meses até à concretização do ato eleitoral. Até lá, que haja paciência, benevolência e muita saúde! Sem Covid!

*******

A foto?! Não, não se reporta à Rua 31 de Janeiro. Não tenho nenhuma foto disponível. É Na "Cidade de Régio". É o "Arco do Bispo", antiga "Porta do Crato".

Não sei se será uma metáfora ou várias, sobre este nosso País. Precisamos de alguma "Luz ao fundo do túnel" ou do Arco, neste caso. Menos "terra queimada", como a que avistamos, ao fundo da imagem, na Serra. Da Penha. Mais portas que se abram ao futuro deste nosso querido e risonho País!

 

Portalegre: Valorização da Poesia!

E dos seus Poetas!

Não tenho dúvidas que Portalegre é uma Cidade de Poesia! Por muitas, diversas e variadas razões. E situações.

De Poetas! E, entre todos, Portalegre: “Cidade de Régio”.

Se quiser ter a amabilidade de navegar em Aquém-Tejo, terá essa confirmação.

Hoje, Caro/a Leitor/a, trago-lhe esta singela Homenagem prestada, na “Cidade de Régio”, a José Duro, postada num banco, de “sentar”, no Jardim da Corredoura.

Banco na Corredoura. Foto original. 2021.10.15.jpg

Tentarei saber mais sobre o Poeta e sobre o banco.

De “sentar”, friso. Que os outros…

José Duro. Portalegre. Foto Original. 2021.10.15.jpg

Excertos Poéticos...

Excerto poético I. Foto original. 2021.10.15.jpg

Preste atenção à mensagem e à ortografia, S.F.F.

Excerto Poético. Foto original. 2021.10.15.jpg

E que saudades de “Momentos de Poesia”!

Mas com “Isto da Covid”…

Obrigado pela sua atenção. Votos de muita Saúde!

 

Outonalidades 21: Folhas e Frutos

Sabe que Planta(s) é / são (XVII)?!

Falsa vinha. Foto original. 2021.10.15.jpg

Acabado o “Verão dos Marmelos”, o Outono instalou-se. E as respetivas tonalidades. Os últimos três dias de Outubro presentearam-nos com a chuva, tão desejada. Simultaneamente, depressa nos aborrecemos com ela. Faz-nos falta, é-nos imprescindível, mas também faz os seus estragos. Que o diga o “Vale de Baixo”!

As fotos são da “Cidade de Régio”, a primeira e a última. Da mesma planta, que cobre parte da muralha, junto à antiga “Porta de Elvas”. Uma trepadeira, que pelo fruto parece o que não é.

A 2ª foto só nos apresenta as folhas. Que é o que parece.

Videira. Foto original. 2021.10.31.jpg

Os frutos, saborosíssimos, já se foram há algum tempo. São o que os da primeira e última foto parecem.

A 3ª foto se calhar parece o que também não é.

Zambujeiro. Foto original. 2021.10.30.jpg

Mas parece!

E a quarta o que é?

Murta e murtinhos. Foto original. 2021.10.31.jpg

E a quinta já sabe o que é. Um Arbusto de um fruto só: ... Unedo.

Medronho. Foto original. 2021.10.31.jpg

Porque só se deve comer, um e um só!

Conseguiu saber o nome de todas as plantas?!

Os nomes vulgares, não a designação em latim, que também não sei.

(A 3ª foto é do "Vale de Baixo". A 2ª, a 4ªe a 5ª são do Quintal.)

Parabéns!

Muita Saúde!

Eleições Legislativas antecipadas?!

Não, Obrigado!

(Política e Politiquices!)

Pela minha parte, dispensava completamente que houvesse eleições antecipadas.

Será perceção minha ou todos os partidos, a modos que estavam pugnando para que o orçamento não fosse aprovado e viessem as eleições?! Todos com exceção do PAN e de alguns deputados a nível individual que tiveram o bom senso de se abster.

Atitude que outros partidos também poderiam ter tido. Tanto da dita esquerda parlamentar como da respetiva direita. Sim, porque se os partidos se centrassem nos interesses do País, porque não haveriam de viabilizar a aprovação do orçamento?! E porque não haveriam de se abster todos?! Que viessem eleições, sim, mas na altura própria.

Um País que está como está, endividado, que interesse para o País, advém de se ir gastar uma dinheirama em “propaganda” eleitoral?!

E Sua Excelência o Senhor Presidente da República antecipou-se desde logo a cenários desnecessários ou seria melhor que muitas e santas vezes se resguardasse mais um “poucochinho”?!

Não teria sido melhor que se situasse apenas enquanto Presidente?! Que se abstraísse da sua condição de Professor Doutor Marcelo Rebelo de Sousa, das suas antigas funções de político e partidário e ainda mais da de comentador televisivo?! Isto digo eu, que não sei nada.

Só sei que o País pouco ganhará com este cenário de eleições antes do tempo.

Não haveria outro modo de resolver o assunto?!

O Senhor Primeiro-Ministro começou logo a fazer campanha, mal houve a desaprovação do orçamento. E a pedir maioria absoluta? Mas que nos interessam maiorias absolutas com gente que não quer negociar com os outros partidos?! São sempre de más memórias.

E porque não fizeram acordos credíveis e viáveis, preto no branco, no papel, logo à partida?! Com os partidos com que se sentissem mais identificados. Porquê este “navegar ao sabor da maré”, sem uma definição de princípios e objetivos que melhorem a condição do país?!

Estamos…. Estou farto de eleições desnecessárias que só interessam às estratégias partidárias e aos respetivos líderes efetivos ou putativos. Este ano já tivemos presidenciais e autárquicas.  Cada uma no seu tempo e respetivo modo. Bastava-nos! No tempo próprio viriam as legislativas.

Agora já “anda tudo aí de rabo alçado”, a mandar vir uns com os outros. Até, internamente, alguns partidos são verdadeiros “sacos de gatos”!

Gatos. Foto Original. 2021.10.28.jpg

E, a propósito de gatos, ilustro com foto recente, dos gatinhos do meu quintal que, por enquanto, se dão mui bem.

Também continuo sem saber se são gatos, se gatas, se gato e gata! Eles ou elas que se amanhem!

Tenho dito! A Saúde é que nos move.

A chuva já chegou. Está cá desde sexta, dia vinte e nove.

Dos Marmelos, já se foi o Verão.

Falta o  do Martinho: Santo ou São?!

 

Pág. 2/2

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D