Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Aquém Tejo

Há quem do Tejo só veja o além porque é distância. Mas quem de Além Tejo almeja um sabor, uma fragrância, estando aquém ou além verseja, do Alentejo a substância.

Há quem do Tejo só veja o além porque é distância. Mas quem de Além Tejo almeja um sabor, uma fragrância, estando aquém ou além verseja, do Alentejo a substância.

"A Família Krupp" - Série Alemã na RTP2 - Reposição

Família Krupp In media.rtp.pt.jpg

Numa prática comum na RTP2, volta este canal televisivo a repor uma Série Europeia de excelente qualidade. Neste caso:

A Família krupp" - Série Alemã na RTP 2 -Teil I.

Como habitualmente, são retransmitidos os episódios já passados, na primeira transmissão, semanalmente, e que nesta série supracitada, ocorrerram em Outubro transacto. Na reposição, ocorrem ao domingo à noite.

Já assim aconteceu com "Borgen" e recentemente com "Os Influentes". Ambas, excelentes séries, diga-se.

Sobre Borgen, escrevi alguns textos. Aliás, foi com esta série que me comecei a entusiamar na escrita sobre séries.

O "retorno positivo", através das observações, visualizações e ocorrências mais ou menos caricatas, motivou-me a escrever sobre o que observava nos episódios dos seriados.  

Sobre a Família Krupp voltei a rever, com muitíssimo agrado, o 1º episódio. Para o que escrevi na altura da primeira transmissão, remeto para o link que apresentei anteriormente, especificamente sobre o 1º episódio (Teil I).

E também para um 2º post que também escrevi sobre o tema.

Irei tentar rever ou ver os episódios seguintes, pois não sei bem se a mini série se constituiu com 3  ou 4 episódios. Pois não tive oportunidade de ver tudo.

Aguardemos os próximos...

Vou prestar ainda mais atenção à Música, que acompanha a narrativa. Superior, a forma como ela, a Música, conduz a narração, o enredo, acompanha as personagens, acentua os momentos chaves, nos envolve no contar da História e no narrar dos acontecimentos! E nos leva, como que nos embala até à leitura do genérico final.Nos seduz e nos prende! Soberba!

Também magistral a forma como a "narradora", Berta Krupp, nos vai conduzindo pelas suas memórias, entre o "presente" da ação, 1957, e o passado, desde 1901. Em épocas cruciais da Alemanha, da Europa e do Mundo. Tragicamente cruciais!

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D