Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Aquém Tejo

Há quem do Tejo só veja o além porque é distância. Mas quem de Além Tejo almeja um sabor, uma fragrância, estando aquém ou além verseja, do Alentejo a substância.

Há quem do Tejo só veja o além porque é distância. Mas quem de Além Tejo almeja um sabor, uma fragrância, estando aquém ou além verseja, do Alentejo a substância.

Benfica! Benfica… Tertúlia.

 

TERTÚLIA POÉTICA AMÉRICA MIRANDA

 

03 De Novembro de 2018, às 17:00 horas

 

Auditório Carlos Paredes – Benfica - Lisboa

 

Este post bem que poderia abordar o Benfica e o evento de ontem, em Amsterdão. Mas não!

 

Foto original DAPL 2015.jpg

 

 

Debruça-se sobre outros acontecimentos.

Divulga a Tertúlia que irá ocorrer, em Benfica, sim; em espaço aonde também já foi a sede do Benfica, sim; aonde ainda ocorrem atividades do Benfica, sim (!), do Sport Lisboa e Benfica!

No Auditório Carlos Paredes.

Também já aí disse Poesia!

E, neste “Encontro Poético”, de poesia, também canções, “entreténs”, (…), também irão marcar presença, Amigos, que também já figuram com trabalhos seus no blogue. E outros, que em devida altura também poderão figurar.

Pois!

Segue-se o Programa das Atividades.

Compareça, que vale bem a pena!

Não sei se haverá jogo do “Glorioso”, na Luz.

Das vezes que tenho ido, tem havido sempre jogo.

Só ainda não calhou ouvir a ressonância de um golão, quando passo junto ao estádio.

Acontecerá!

 

******* 

PROGRAMA

 

Abertura – Memorial à Tertúlia

Apresentador – Mário Valejo

Fados – Mário Rodrigues

Poesia – Armando David

Poesia – Álvaro Giesta

Canções líricas e poesia – José Gonçalves

Poesia – Fernanda Pacheco

Poesia – Luís Filipe Rodrigues

Poesia – Eugénia Chaveiro

Canções – Fernando Silva

Entretém – Mário Valejo

Poesia – Luís Alves

Poesia – Aldora Amaral

Poesia e canções – Trio «Boa Esperança», Fátima Arnauth, Mª. José e Francisco Assis

Poesia – Isabel Bastos Nunes

Poesia – Carlos F. Bondoso

Poesia – Clara Mestre

Canções – Rolando Amado

Poesia – Jorge Ferreira

Poesia – Lobo Mata

Final – Mário Valejo

 

******* 

(Ah! A Fotografia... Já sabemos, original DAPL. Laranja e Limão, que até rima com Amsterdão! Laranja, laranja! Mecânica?!  Quem ficou com a laranja?! A quem calhou o limão?! Bem azedo, por sinal, ademais, e por demais, já no final!)

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D