Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Aquém Tejo

Há quem do Tejo só veja o além porque é distância. Mas quem de Além Tejo almeja um sabor, uma fragrância, estando aquém ou além verseja, do Alentejo a substância.

Há quem do Tejo só veja o além porque é distância. Mas quem de Além Tejo almeja um sabor, uma fragrância, estando aquém ou além verseja, do Alentejo a substância.

Cacto Não Frutificado!

Cacto. Original. 11.07.23.

Resposta Fotográfica a Questões – “Inquietações” Anteriores.

Cacto. Original. 11.07.23.

Quando apresentei as flores, lindíssimas (!), do Cacto, questionei e questionei-me se frutificariam, com a dos seus primos, melhor, primas, Figueiras da Índia.

Figueiras da Índia. original. 11.07.23.

Pois, as imagens atestam a resposta à minha questão – "inquietação". Não frutificaram!

E porque não frutificaram as flores deste singular Cacto, cujo nome não sei?!

Formulo interrogações, hipotéticas explicações.

Sendo flores apenas de 24H. – um dia – uma noite, não será fácil conseguir polinização. Sim! Sem polinização, não haverá fecundação. E que agente(s) polinizador(es)?! Algum inseto específico?! Alguma ave?! Algum mamífero?! Mamífero?!?! Sim. Algumas plantas são polinizadas por morcegos. Isso é noutras terras, noutros mundos! E esta planta de onde é proveniente?! Não será de Outro Mundo – Novo Mundo?! Vem das Américas. Certamente esqueceu-se de trazer os polinizadores! E os nossos morcegos têm mais que fazer do que andarem a polinizar cactos de outro mundo!

E o facto de estar a solo, não terá também influência na ausência de polinização – fecundação?!

Pois, não sei! Já há muita coisa que não sei. E, porque não pesquisa?! (Preguiça… Inércia…. Falta de tempo….Internet deficitária… Muitos outros afazeres. Hoje, tenho de ir regar mais cedo. Precisamente para o Chão da Atafona, onde está este Cacto e os seus primos – primas.)

Mas, para o Cacto, essa não fecundação não é obstáculo à propagação da espécie. Já referi que deu um rebento, que dei a um Amigo, em cuja horta já tem mais rebentos. E este meu também tem um rebento novo, que tenho protegido para não ser papado pelas Comadres Lanudas, agora tosquiadas.

Aliás, como se observa na foto, o Cacto está todo devidamente protegido na base, com umas geringonças reutilizadas.

E porque escreve Cacto e não cato?! Porque, embora seguindo o novo normativo de escrita, não acho piada nenhuma a certas palavras desprovidas da sua raiz etimológica. Esta é uma delas. E, como no que respeita a escrita, atualmente, cada um escreve como lhe apetece, eu, nesta palavra, escrevo mesmo Cacto! (Embora o PC me diga que está errado!)

Caro/a Leitor/a, desculpe-me estes desabafos.

Votos de boas escritas e publicações, com ou sem fotos. E muita Saúde. E Poesia.

Que a Paz tarda e este mundo nada num torvelinho sem nexo!

Última foto: Amendoeira Doce.

Amendoeira. Foto original. 11.07.23.

É vizinha do Cacto, da Oliveira centenária, que o orienta e do cabanal, que os protege a todos do vento norte! Um dia falarei mais sobre ela.

(Fotos Originais. Todas de 11.07.23.)

10 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D