Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Aquém Tejo

Há quem do Tejo só veja o além porque é distância. Mas quem de Além Tejo almeja um sabor, uma fragrância, estando aquém ou além verseja, do Alentejo a substância.

Há quem do Tejo só veja o além porque é distância. Mas quem de Além Tejo almeja um sabor, uma fragrância, estando aquém ou além verseja, do Alentejo a substância.

Jogos de Poder - Jeux d’influence

Séries Europeias

Série Francesa – RTP 2

 

Mais uma excelente série na RTP 2. Esta sobre as problemáticas do meio ambiente, o uso de pesticidas na agricultura, com vista ao aumento da produção e consequente geração de lucros para as empresas produtoras dos agroquímicos, sem ter em conta os malefícios para o ser humano, outros seres vivos, as plantas, a própria terra, que vai sendo irremediavelmente destruída pela acumulação de detritos residuais e consequente alteração dos solos.

Vê isso tudo na série?! Perguntar-me-á. (…)

Este é o cerne da questão tão acutilante e atual, infelizmente, mas que nem damos por ela, tão assoberbados pelos nossos dias de alienação mediática e virtual.

Estamos a ser alimentados, diariamente, por produtos geneticamente modificados, carregados de pesticidas nocivos. Desenvolvendo nos seres humanos, doenças cada vez mais incuráveis, o cancro, a mais perniciosa, por demais frequente.

 

O/A caro/a Leitor/a já reparou que as empresas produtoras dos agro químicos, dos pesticidas, são as mesmas que produzem os medicamentos?! Pode pesquisar, SFF.

Carregar nos pesticidas, para aumentar a produção (tanto desperdício alimentar!), desenvolvimento de doenças, e lá vem a medicamentação para as hipotéticas curas. Ganham, ganham nos dois carrinhos, como diz o aforismo.

 

Mas que tem isso a ver com a Série?!

Se visualizar, poderá fazer a sua própria leitura.

Iniciou-se a 23 de Abril, faz hoje oito dias, irá para o sexto episódio, esta noite, pouco depois das vinte e duas, na RTP2.

 

A ação decorre nos tempos atuais, em França, predominantemente no Norte agrícola, região próxima da Bélgica.

Um casal de agricultores, na casa dos cinquenta, com um filho, cerca de vinte anos, em que o chefe de família, Michel Villeneuve, já desenvolveu uma leucemia. Há inúmeros casos semelhantes na região, entre agricultores, a maioria já falecidos relativamente novos, na sequência de cancros.

Um político em ascensão, Guillaume Delpierre, familiar do agricultor, na casa dos quarenta, empenhado na criação de legislação que proíba um pesticida grandemente usado na região em causa. Coadjuvado pelo seu assessor, mais jovem, conseguiu ser nomeado relator da nova Lei - Quadro da Agricultura. Vai ter que remar contra tudo e todos, que os interesses contraditórios e instalados são mais que muitos. Nomeadamente no seu próprio partido, no poder, que não consegui ainda perceber qual é.

A empresa produtora do agroquímico, Saskia, que tudo faz para manter a autorização de produção e venda do famigerado produto químico, Lymitrol. No 1º episódio faleceu o respetivo diretor de marketing, Didier Forrest, supostamente de suicídio. A narrativa tem prosseguido na investigação através do papel desempenhado pela filha, Chloé e tudo parece indicar que as causas terão sido outras. Consequência das pesquisas que ele vinha realizando sobre a toxicidade do produto.

Uma firma de “consultores”, “Cabinet Bowman”, sobrenome do proprietário principal, Mathiew Bowman, que juntamente com o coadjutor - sócio, Christophe, são uma espécie de Mefistófeles, que não passam de criminosos de colarinho branco, que não hesitam nos meios para atingirem os fins, que assentam na manutenção da produção, venda, comercialização, utilização indiscriminada dos produtos químicos na agricultura. E na promoção de novo químico, Edenax, valendo tudo para o implantar no mercado!...

 

Uma ex- jornalista, Claire Lansel, contratada a peso de ouro, por Bowman, para fazer lobby em todos os contextos possíveis para que eles alcancem os seus objetivos. Quase vendeu a alma ao diabo, mas, como jornalista, gradualmente foi tomando consciência da perniciosidade das respetivas ações, com a ajuda de Chloé, filha de Didier. Expõem-se ambas a grande perigo, que o adjunto de Mefistófeles / Bowman descobriu que ela os anda a enganar e, depreende-se que lhe vai lavrar sentença de morte.

Aguardemos, que será hoje, no episódio desta noite, que o possível desenlace narrativo se irá concretizar.

E, como sempre, fica imensíssimo por contar…. Muitíssimo!

(Tanto no conteúdo, como na narrativa, nos personagens… Há um Andrew Percy, supostamente amigo de Didier Forrest, e seu colega na Saskia, que tem muito ainda que contar.

E Chloé, está-lhe no encalço…)

 

E, como sabe, quando conto um conto, acrescento sempre um ou mais pontos… E omito outros!

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D