Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Aquém Tejo

Há quem do Tejo só veja o além porque é distância. Mas quem de Além Tejo almeja um sabor, uma fragrância, estando aquém ou além verseja, do Alentejo a substância.

Há quem do Tejo só veja o além porque é distância. Mas quem de Além Tejo almeja um sabor, uma fragrância, estando aquém ou além verseja, do Alentejo a substância.

O Seu a Seu Dono! Dá cá o meu!

Ramalhete de questões. O 5º de 2021

Covid 19 - Eleições - Modos de Votar

Parra que dê Uvas. 2020. 04.jpg

O nº de novos casos de Covid desceu relativamente face aos dias anteriores: 6923, nas últimas 24 horas. Surpreendeu-me, sempre pensei que, apesar do confinamento, havendo eleições, os novos casos aumentariam. Felizmente que não. Já as mortes, 252, mantêm-se no mesmo nível. Infelizmente.

 

Realizadas as eleições, há que dar os parabéns ao Senhor Professor Doutor Marcelo Rebelo de Sousa. Presidente eleito de todos os Portugueses, como frisou e já fizera há cinco anos. Pois, nisso não pode haver quaisquer dúvidas. Quem é eleito, é-o para ser de todos nós, Portugueses.

 

Como prioridade do seu cargo, define o combate à pandemia. Nem podia ser de outro modo.

 

As nossas governanças precisam de ser coerentes e direcionadas nesse combate, canalizando recursos para esse fim. Mas também precisam consciencializar que esse vírus e outros que poderão advir farão parte do universo futuro da nossa saúde. Não será fácil e rápida a respetiva erradicação. Daí a prevenção para tal.

 

Outro registo de comentário.

Várias chefias partidárias apressaram-se a reclamar vitória através desta eleição. Fará algum sentido? O mérito é do candidato eleito. Digo eu!

Até poderão e deverão considerá-lo como seu presidente, porque é essa função que ele representa e incorpora. Independentemente de terem ou não votado nele ou até de não se reverem na República. Mas o mérito na vitória é do próprio.

 

Adiante. Até próximo postal

 

P.S. – E precisamos de outros modos de votar.

Ex: Voto eletrónico, Voto por correspondência. Outros modalidades mais consentâneas com a vida atual e que nos permitam votar à distância. Esta situação não se aplica só aos emigrantes. Também aos migrantes!

 

Saúde, muita e da boa!

(Foto? Parra! Parra que dê uvas. É o que precisamos em Portugal. Parras que dêem uvas!)

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D