Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Aquém Tejo

Há quem do Tejo só veja o além porque é distância. Mas quem de Além Tejo almeja um sabor, uma fragrância, estando aquém ou além verseja, do Alentejo a substância.

Há quem do Tejo só veja o além porque é distância. Mas quem de Além Tejo almeja um sabor, uma fragrância, estando aquém ou além verseja, do Alentejo a substância.

Gomorra: Série Italiana na RTP2

gomorra. media.rtp.pt.png

 

A saga das séries europeias continua na RTP2. E ainda bem!

Depois de séries dinamarquesas, francesas e uma espanhola, chegou a vez de uma série do país transalpino.

 

De nome sugestivo: Gomorra.

Remetendo-nos, pelo título, simultaneamente para dois registos trágicos.

 

Aparentemente para o episódio bíblico de Génesis 19, embora com um cariz diferente. Provavelmente reportando-se para a subjacente noção de castigo e expiação, face aos incomensuráveis crimes relatados no livro, no filme e, agora também na série, numa sociedade, aparentemente, sem remissão possível. Inevitável esse castigo? Improvável?! Implacável?!

 

“Então o Senhor fez chover enxofre e fogo do Senhor, desde os céus…”

In Génesis, 19, 24.

 

Prioritariamente para a sua analogia com o conceito, o modus vivendi, que de facto retrata e descreve: Camorra. Mas que não terá sido conveniente explicitar tão claramente no título da obra.

 

A série baseia-se no enredo do livro com o mesmo título, escrito por Roberto Saviano, em 2006.  Que é uma “viagem ao império económico e ao sonho de domínio da máfia napolitana” - Camorra, onde o escritor se infiltrou como jornalista. Livro que foi vencedor do Prémio Viarregio.

E por cuja publicação foi o escritor perseguido e ameaçado de morte, tal qual Salman Rushdie. Vive em parte incerta, oculto e com escolta policial permanente.

Porque no livro chamou as coisas pelos nomes, designando os intervenientes e os locais de ação e denunciou a situação vivida especialmente no sul de Itália, mas com braços em toda a Península e tentáculos pelo mundo fora.

Apesar de no título do livro não figurar o nome exato da entidade retratada, o respetivo conteúdo explicita-o totalmente. Daí a perseguição de que o escritor ainda é alvo. A subsequente mediatização do livro, do filme e agora da série, apesar do seu sucesso, não abrandaram essa perseguição. O autor continua “jurado de morte” pela máfia napolitana, protegido por sete guarda-costas em dois carros blindados. Recentissimamente cancelou viagem ao Brasil, por não considerar ser segura essa ida.

 

Deste livro já fora produzido um filme com a mesma designação, em 2008, realizado por Matteo Garrone. Com vários prémios: David di Donatello, melhor filme; Satellite Awards; prémio da crítica, em Cannes.

 

Posteriormente o seriado, agora a passar na RTP2, na habitual 22ª hora.

 

City of Naples with Mount Vesuvius at sunset. In w

“…

Íamos a caminho do Vesúvio. De súbito, surgem os vulcões com cores escuras. O Vesúvio é verde. Observando-o de longe, parece um manto infinito de musgo…”

In pag. 43, do livro citado.

 

“ …

E o monstro adormecido por longos anos, subitamente vomitou enxofre, expeliu terra ardente, línguas de fogo… Vociferou hiroshimas do futuro…

E do cume escorreu lava ardente pelas encostas, até ao vale. E nos céus subiu uma nuvem mortal de fumo, de pedras-pomes e cinzas incandescentes, que rapidamente se espalharam pelas planícies circundantes. Assentaram nas cidades e taparam com um manto de toneladas de um pó acre, ardente e venenoso, todas as vidas em redor.

E gases raivosos brotaram das faldas da montanha, que como que sucumbiu aos estrondos das explosões de bombas de napalm e hidrogénio, sobre a planura estendida até ao mar.

E um calor abrasador, de milhões de fogos, ardeu e queimou todo o ser vivente à sua volta.

E Pompeia e Herculano, e quantos nelas moravam, homens e animais, ficaram soterrados nos escombros dos tetos abatidos entre as paredes. E ficaram dormindo, eternamente, o sono dos justos. (…) ”

Excerto de texto apócrifo, atribuível hipoteticamente a algum dos Plínios, o Moço ou o Velho.

 

Erupção do Vesúvio 1817 - William Turner - The British Art Center

 

 

Mas que tem tudo isto a ver com o enredo da série?!

 

Pois, se puderem e quiserem fazer o favor, passe a publicidade, vejam-na!

 

Avaliem o nível de desumanidade de todas aquelas personagens principais. Personagens?

 

Leiam o livro e poderão aprofundar e ter ainda outra perspetiva mais assombrosa do respetivo enredo e conteúdo.

 

gomorra-estreia-na-rtp2

gomorra-3a-temporada-quem-com-ferros-

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D