Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Aquém Tejo

Há quem do Tejo só veja o além porque é distância. Mas quem de Além Tejo almeja um sabor, uma fragrância, estando aquém ou além verseja, do Alentejo a substância.

Há quem do Tejo só veja o além porque é distância. Mas quem de Além Tejo almeja um sabor, uma fragrância, estando aquém ou além verseja, do Alentejo a substância.

Passeata na Cidade de Régio Abril de 2024!

Um rebento tardio de Olaia, florido, na Avenida Pio XII, no espaço do Hospital:

20240412_183221.jpg

Estevinha branca florida, no Caminho do Boi D'Água de Baixo:

20240412_181849.jpg

Planta muito peculiar, que desconheço nomenclatura, também no Caminho referido:

20240412_181213.jpg

Já se sabe. Imagem icónica da Cidade!

20240412_181557.jpg

Imagem pouco canónica, relativamente a limpeza de ruas:

20240409_123327.jpg

Estes restos de frutos são de árvores que bordejam a Avenida, anteriormente referida, tal como as Olaias, no lado do Hospital. Globalmente, designam-se "Ácer".

Uma sugestão que formulo às Entidades Camarárias da Cidade.

Não plantem mais Plátanos, nem destes "Ácer". Nem Olaias! Os respetivos frutos e as folhas enxameiam as ruas e passeios e os pós tornam o ar pouco respirável.

Se querem plantas que deem frutos e de folha caduca, usem os Carvalhos Negrais. Sempre são autóctones e podem apanhar as bolotas e dar-lhes alguma utilidade! (Digo eu, que nada sei!)

Se querem plantas de poucos frutos usem Loureiros, Aloendros, eu sei lá...

Fica a recomendação. Haverá mais plantas, para além das que referi. Preferencialmente autóctones.

 

Cacela Velha… ainda!

Cacela Velha. Set. 23

Se Velha, nunca foi nova?! Ou Velha, para distinguir de Vila Nova de Cacela?!

Volto a divulgar mais algumas fotos.

Cacela Velha. Set. 23

Harmonioso povoado, singelo, é certo, mas muito cativante.

Lá estão as chaminés e as platibandas, marcando a identidade algarvia.

Cacela Velha. Set. 23

(As frontarias geométricas, o azul-ferrete.)

O lindo portal renascentista da igreja.

Cacela Velha. Set. 23

Um pormenor dos relevos enigmáticos no calcário.

Cacela Velha. Set. 23

O interior da igreja, a leveza harmoniosa das colunas. A luminosidade.

Cacela Velha. Set. 23

A força majestosa da fortaleza.

Cacela Velha. Set. 23

Os aloendros rosa-claro, de entre os meus preferidos!

Cacela Velha. Set. 23

Uma flor, para mim desconhecida, brotando no canteiro do restaurante famosíssimo, atraindo clientela variada, até de Espanha!

Cacela Velha. Set. 23

(Mais uma vez, aí almoçámos. Atum de cebolada, com batata-doce. Excelente. Sobremesas: deliciosas!)

E, para finalizar, mais uma foto da belíssima paisagem envolvente.

Cacela Velha. Set. 23

(É neste lado leste da fortaleza que parte da colina também ruiu.)

Ainda...

E também...

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D