Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Aquém Tejo

Há quem do Tejo só veja o além porque é distância. Mas quem de Além Tejo almeja um sabor, uma fragrância, estando aquém ou além verseja, do Alentejo a substância.

Aquém Tejo

Há quem do Tejo só veja o além porque é distância. Mas quem de Além Tejo almeja um sabor, uma fragrância, estando aquém ou além verseja, do Alentejo a substância.

24.Mai.18

Cantares e Encantares do Alentejo!

Francisco Carita Mata
Alentejanas visões e audições31º Encontro de Cantares Alentejanos do Concelho de Almada Uma divulgação que também é uma crónica e uns desabafos de Alma! E uns provérbios… Em Aquem-Tejo voltamos ao que nos canta na Alma e nos encanta. A Poesia, o Cante, a 
25.Abr.18

Vinte e Cinco de Abril e Poesia!

Francisco Carita Mata
Liberdade! Liberdade de Expressão! Liberdade de Reunião! Ultimamente, tenho escrito pouco e publicado ainda menos.Outros projetos. Outras atividades… No blogue, todavia, a Poesia tem estado bem presente. Neste ano de 2018, dos posts publicados, a maioria foram dedicados, direta ou indiretamente, a esta Arte. Neste Dia tão especial, hoje - 25 de Abril, voltamos à Poesia.Nesta data, que entre outros Valores, vincou o da Liberdade e, neste, frisou a Liberdade de Expressão, que (...)
03.Jan.18

“Gomorra” - 3ª T. - 'Veneno que mata'

Francisco Carita Mata
 3ª TemporadaSéries EuropeiasSérie ItalianaA RTP 2 inicia este novo ano de 2018, logo no segundo dia, com uma série que entra na sua 3ª temporada: Gomorra. (No dia um, também apresentaram um excelente filme cuja ação também decorre em Nápoles: “Reality”. Também do realizador do filme “Gomorra”: Matteo Garrone.Uma metáfora da vida real e de como um aspirante à participação no “Big (...)
17.Dez.17

Cenas Raras, Raríssimas!

Francisco Carita Mata
Umas Gambas! Uns Vestidos! Não acredito nistoQue quase caia um ministropor causa de umas gambasQue isto não é: Caramba! Isto são: Carambas!Como se umas gambas e uns vestidosRoubassem pão a desvalidos!Ou acabassem no Corte InglêsTodas as roupas e trapos.Sem esquecer o ChinêsCheio de calças aos farrapos. Não, não há gratidão neste país!Que uma excelente senhora,Por um triz quase doutora,Tu cá tu lá com a realeza,Não sendo baroa ou baronesa,Não se veste como pindéricaNem (...)
01.Nov.17

Uma Equipa de Jovens… Com alguma Idade!

Francisco Carita Mata
Associação Portuguesa de Poetas  Dinamismo. Trabalho. Competência.Juventude! Retorno à Poesia!Também para falar da Associação Portuguesa de Poetas. E para continuar na divulgação dessa nobre Arte, a Poesia!. A APP é uma Associação, com uma enorme vitalidade.De certo modo, só faz sentido que assim seja, dado que está nos seus trinta e dois anos, mas esse facto também se deve ao (...)
14.Out.17

Ação! Imbecilidades... E Raposices!

Francisco Carita Mata
Crónica de Outubro I, em sete Pontos!Algumas ações positivas – outras tantas imbecilidadesCrónica de Descontentamento(s) (IV)E alguns Contentamentos Intitulo esta crónica, de Outubro, desconhecendo se ainda virei a publicar mais alguma referente a este mês.  *******(I) Começo por uma ação de lado positivo, que observámos na passada 6ª feira, 13 de Outubro. Na estrada de Estremoz – Vimieiro, constatámos algo de muito positivo.Já perto da povoação do Vimieiro andavam (...)
25.Set.17

“Praxes”: Setembro 2017

Francisco Carita Mata
Crónica(s) de Descontentamento (I) Setembro é sempre um tempo de recomeços. Começou o Outono, outro e um novo outono. É sempre tempo de retorno, de retornos. De inícios, de reinícios.(Um outono que continua a vaga de secura que nos vem assolando. Nunca mais chove!E quando chover?... E os campos serranos, da “Zona do Pinhal”, tisnados pelos