Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Aquém Tejo

Há quem do Tejo só veja o além porque é distância. Mas quem de Além Tejo almeja um sabor, uma fragrância, estando aquém ou além verseja, do Alentejo a substância.

Há quem do Tejo só veja o além porque é distância. Mas quem de Além Tejo almeja um sabor, uma fragrância, estando aquém ou além verseja, do Alentejo a substância.

25 Abril de 74: 50 anos!

20240426_171035.jpg

"Agora é que se lembra dos 50 anos de 25 de Abril?!"

Questionar-me-á o/a Caro/a Leitor/a.

E com razão.

20240426_171057.jpg

Mas o ideário do 25 de Abril de 74, não será para ser vivido ao longo dos 365 dias do ano?!

Bem sei que, para muito boa e santa gente, basta comemorar de ano para ano!

Para alguns nem isso!

20240424_190059.jpg

As fotos são as três de minha autoria. As duas primeiras são imagens captadas numa Biblioteca de Almada. A terceira são de rosas brancas da Roseira da minha Avó Rosa. Estão no "Quintal de Cima", também quase há 50 anos!!! Vieram de rebento - ladrão, do quintal da minha Avó. Há quantos lá estaria a roseira original?! Sempre me lembro de lá estar a planta. Provavelmente, a planta primitiva terá para aí um século! Sabendo que o exemplar que tenho no meu quintal é um clone da original...

E porquê esta foto de roseira branca?!

Porque o branco é símbolo de Paz.

Paz que tanta falta faz!

Ligações para outros postais em que publiquei sobre o 25 de Abril:

Em Abril, abriu-se um dia!

Crónica sobre Sessão de Poesia.

Celebração 25 Abril: Sem pimenta ideológica!

Abril (25) – Maio (1) – Covid (19)

Em-abril-abriu-se-um-dia: Poesia Visual!

 

A Roseira da “Arte Efémera I”

Lembra-se da roseira que serviu de suporte à mencionada “Arte Efémera I”?!

"Arte" que, conforme o título, durou pouco. Pois depressa retirei a "instalação" que fizera na roseira, que, à data, havia podado recentemente.

Roseira rosa. Foto Original. 13.11.22.

Pois ela, agora, está conforme a foto. Apesar da chuva, embora seja Outono!

Abençoadas roseiras que florescem por este País, apesar de tantas vezes maltratado.

E uma rosa isolada.

Rosa rosa. Foto original.

As roseiras do "Quintal de Cima" quase todas floriram neste Outono. 

Bons passeios, acompanhado(s) de  Rosa(s)!

 

Primavera(s) do Outono!

Rosa quintal de cima. Foto original. 20.10.22.

Verão dos Marmelos – Verão de São Martinho

Em campos de Aldeia da Mata!

Neste postal, não vou abordar nenhum dos assuntos que têm estado na berra, nos nossos meios comunicacionais. Nem assuntos da estranja, nem cá do burgo.

Vou apresentar um tema recorrente neste nosso peculiar canto climático. É comum ouvirmos falar, todos os anos, em “Verão dos Marmelos” e em “Verão de São Martinho”. Agora, quando escrevo este postal, estaremos a meio caminho entre os dois. Todavia, certos anos, não se observa uma separação nítida entre estes dois tempos. O nosso Outono é muito marcado por estes contextos meteorológicos. Direi que o “Verão dos Marmelos” ocorre mais em Outubro, o de “São Martinho”, mais em Novembro. Não me perguntem datas precisas, porque não as tenho, nem sei, nem sei se alguém saberá. Também não tenho a pretensão de saber.

Mas deixemo-nos de deambulações verbais e situemo-nos no concreto.

A Natureza também se sujeita a estas características climáticas, não sei se as entende ou não. Interpreta-as a seu modo, a seu jeito.

Apesar de estarmos no Outono, mas como o tempo está primaveril, algumas plantas, arbustos, árvores, agem em conformidade. Florescem! Algumas quase com a mesma exuberância como se estivessem na Primavera.

Neste postal documento com fotos ilustrativas dos factos narrados.

Flores primaveris, em pleno Outono!

Tutelando o postal, uma formosa rosa do “Quintal de Cima” (20/10). Quase todas as roseiras estão floridas. Situação que observo pelos mais diversos locais deste nosso e lindo Portugal!

As duas fotos seguintes são do carapeteiro/espinheiro/pilriteiro, no “Quintal de Baixo” – (17 e 21 de Out.)

Carapeteiro. Quintal de Baixo. Foto original. 17.10.22

Em ambas se observam, em fundo, pequenas bagas, que são os frutos. Outono e Primavera em simultâneo!

Carapeteiro quintal de baixo. Foto original. 21.10.22.

A 4ª foto é da lúcia-lima, de chás deliciosos. No “Quintal de Cima” - (20/10)

Lúcia-lima. Quintal de Cima. Foto original. 20.10.22.

A 5ª é uma flor isolada e ampliada, de uma das ameixoeiras bravas, no “Vale de Baixo” - (23/10). Algumas destas árvores também floresceram bastante!

Flor de ameixoeira. Vale de Baixo. Foto original. 23.10.22.

A 6ª é da romãzeira, que bordeja o “Caminho das Pulhas”, no “Vale de Baixo” – (01/11/22).

Flor de romãzeira. Vale de Baixo. Foto original. 01.11.22.

A 7ª – 16/10 - é de uma árvore, cujo nome desconheço, que, além destas lindas flores, tem de fruto umas pequeninas bagas avermelhadas. Trouxe bagas destas, do Jardim Botânico de Lisboa, certamente há mais de uma vintena de anos. Semeei. Obtive exemplares desta planta que tenho dispostos no “Quintal de Cima”. No início deste ano também já plantei um pequeno exemplar no “Vale de Baixo”.

Árvore no quintal de cima. Foto original. 16.10.22

A oitava e última foto é de um arbusto muito comum junto às ribeiras. Também não sei o nome. Fotografia tirada junto às passadeiras da Ribeira da Vargem. Em 24 de Setembro, deste ano de 2022. Nessa data, a ribeira não corria absolutamente nada nesse local. Havia apenas um pego a montante das passadeiras e outro a jusante.

Arbusto na Ribeira da Vargem. Foto original. 24.09.22.

Caro/a Leitor/a, espero que tenha gostado desta documentação sobre a(s) nossa(s) Primavera(s) do Outono!

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D