Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Aquém Tejo

Há quem do Tejo só veja o além porque é distância. Mas quem de Além Tejo almeja um sabor, uma fragrância, estando aquém ou além verseja, do Alentejo a substância.

Aquém Tejo

Há quem do Tejo só veja o além porque é distância. Mas quem de Além Tejo almeja um sabor, uma fragrância, estando aquém ou além verseja, do Alentejo a substância.

07.Jan.15

SONS míticos (místicos)

Francisco Carita Mata
  SONS míticos (místicos)   Sinfonia de luz, calor, cor e cigarras Cal, barra na parede, fuga – contraponto De nómadas ciganos trinam as guitarras Vagabundo na planura, marcando o ponto.   O falar das gentes é um cantar de mouras Ansiando Liberdade e seu Destino O marulhar das searas maduras – louras Compassadas pelo vento e sol a pino.   No silêncio da noite e luar, as relas Gorgoleja vinho nas tascas de ruelas Piar de mocho, dissonante e zombeteiro.   Requebrando saias, um (...)