Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Aquém Tejo

Há quem do Tejo só veja o além porque é distância. Mas quem de Além Tejo almeja um sabor, uma fragrância, estando aquém ou além verseja, do Alentejo a substância.

Há quem do Tejo só veja o além porque é distância. Mas quem de Além Tejo almeja um sabor, uma fragrância, estando aquém ou além verseja, do Alentejo a substância.

Tertúlias de Poesia!

APP – CNAP – Momentos de Poesia – SCALA

Corona Connection. 2020. 03. jpg

Com isto de Covid”, se há coisa que me chateia é não haver as célebres Tertúlias de Poesia.

Selfie Selfish Quadro 2019. jpeg

Bem! Haver, há, que ainda no passado domingo a APP tinha prevista a sua tertúlia mensal na Sede, como havia antes de Covid, no último domingo do mês. Neste caso, 27 de Setembro. Ter-se-á realizado, que não sei, que não fui.

Portanto, haver, há, eu é que ainda não me mentalizei a andar por aí em vários transportes públicos. E, depois, nos espaços de realização das sessões, quantas pessoas podem estar presentes?!

Foto Original. Costa. 2020. 08. jpg

Também D. Olívia Diniz Sampaio, presidente do CNAP, festejou o seu aniversário, no passado dia 26, sábado, num restaurante da Av. de Berna - Lisboa. Também não fui, não sei quantas pessoas estiveram, não sei se disseram poesia, terão dito, certamente, mas sei que correu muito bem.

Poesia Visual. Foto Original. 2018. 07. jpg

Faz agora um ano, estava a decorrer a Exposição de Poesia Visual, na sede da SCALA, em Almada. Algumas fotos são de alguns dos quadros expostos. Outras são da Costa da Caparica; do Tejo, visto da Ponte, vindo no comboio e de Portalegre.

Somos Mar. Foto original.2018. 07. jpg

Também tenho saudades das tertúlias de poesia na sede da SCALA, da “Poesia à Solta”. Em Almada: na Sede, na Oficina de Cultura.

Portalegre. Foto original. 2020. 06. jpg

E das tertúlias de “Momentos de Poesia”, em Portalegre. No Hotel José Régio, no Café José Régio.

Foto Original. Rio Tejo. jpeg

 

Este meu postal é dedicado a todos/as Tertulianos/as das Associações em que costumo participar:

APP – Associação Portuguesa de Poetas - Lisboa

CNAP – Círculo Nacional D’Arte e Poesia - Lisboa

"Momentos de Poesia" - Portalegre

SCALA – Sociedade Cultural de Artes e Letras de Almada – Almada

 

Votos de Muita Saúde! E Muita Poesia!

Não! Não vou falar de Óscares!

Cultura: Oficina – Vá, Vá: Poesia

Almada – Praça S. João Baptista; Lisboa – Av. de Roma

 

Porque havemos de viver permanentemente condenados a esta sina de conexão umbilical à cultura de outros povos, à cultura global, esquecendo o que é nosso, o que nos identifica enquanto sujeitos autónomos, independentes e portadores de uma cultura específica, particular e peculiar?!

Não menosprezo a importância dos ditos cujos. Que, aliás, saúdo, os vencedores… (Sempre os vencedores que são louvados! E os “perdedores” não merecem também o nosso louvor? Que seria do vencedor se não houvesse vencido?!... Adiante.)

 

Venho falar-vos de Cultura, nossa e de Poesia também, Cultura sempre!

 

Na Oficina de Cultura – Almada foi inaugurada a 26ª Exposição de Artes Plásticas da SCALA. No postal anterior, escrevi que vislumbrara algumas das obras, agora já posso falar com mais conhecimento de causa, pelo que vi na inauguração, no passado sábado, dia oito.

Vá - Vá, não perderá o seu tempo, pelo contrário, sairá enriquecido/a, desfrutando da contemplação dos vários trabalhos expostos. Alguns até podem ser adquiridos.

Conforme já mencionei, nos fins-de-semana há programas específicos, envolvendo outros domínios artísticos. No sábado, cantou e encantou o Grupo de Cantares do Castelo de Sesimbra.

Iniciativa por demais louvável, que engrandece a nossa Cultura, a Cidade, a Oficina de Cultura, a Autarquia, a SCALA. E os seus associados agradecem. Está ali exposto muito trabalho, de muito boa gente, que se entrega a estas tarefas com muitíssima dedicação, desde a conceção até à organização e montagem de toda a logística expositiva. Parabéns e Obrigado a todos, realce especial aos Artistas!

 

E como me manda ir, ainda voltarei, pode crer.

 

E também fui, sim! Fui ao Vá – Vá, Avenida de Roma – Lisboa, à habitual Tertúlia da APP, do 2º sábado de cada mês. Ainda que apenas à 2ª parte. Mas valeu!

Após a degustação da praxe, como manda a sã convivência, iniciou-se a segunda ronda.

 

Joaquim Sustelo disse, dedicado aos Alentejanos, um belíssimo poema de Maria João Brito de Sousa, “… a Ceifeira dos trigais…”; bisou, de Felismina Mealha, alentejana “…Era Dezembro, Mãe, tão perto do Natal…” e ainda lhe ouvi, de sua autoria, “Poema de núpcias de D. Balbina”!

Maria da Encarnação Alexandre (MEA), disse “Enigma … para lá da luz o escuro da distância…” e um poema dedicado às Mulheres: “Mulher é poema de rima perfeita”.

Maria Helena disse um poema de homenagem a José Afonso e “Ser Poeta!”: “…só a Poesia pode salvar o mundo…”

Feliciana Maria disse “Apelo”, um poema sobre a preservação dos oceanos…

Daniel Costa: “Pressa de viver”!

Bia Maria: “…Cantavas só para mim…”, e “…Naquele dia…”

Felismina Mealha: “… Voltaria mil vezes a percorrer aquele caminho…”. E, de Miguel Torga, “Musa ausente”.

Helena Barradas disse poema de Sophia, “Aquele que partiu” e, de seu irmão, “HH – Herberto Helder”.

Graça Melo disse de seu livro, de Homenagem a Alberto Caeiro, “… pouco a pouco…” e “… o homem vai andando…”

Francisco Carita Mata, de seu livro que irá acontecer: “Selfie” e “Amor do facebook”.

Bento Durão, também da comunidade alentejana e ademais fadista, só esteve na 1ª parte e não nos deu o grato prazer de ouvirmos um fado!

Su Sam não quis dizer!

Estranho a ausência de alguns poetas e poetisas. Alguns doentes. Formulamos votos de rápidas melhoras.

(Falhas, omissões aqui detetadas, agradeço que mas corrija, SFF. Este cronista não é muito fiel! Muito Obrigado. E Muitos Parabéns a todos!)

 

 

 

 

SCALA – Atividades 2º Trimestre de 2019

Foto original 2015. Mar. jpg

 

S C A L A – Sociedade Cultural de Artes e Letras de Almada

Sede: Rua Conde de Ferreira (ex- Delegação Escolar), Almada.

 

Atividades Culturais - 2º Trimestre 2019

 

ABRIL

 

1 - A exposição de pintura “Abstrações”, autoria de Mário Nery, continua patente ao público até ao dia 12 de abril, na Galeria e Sede da SCALA.

6 - Apresentação do livro “Entre o Céu e a Natureza”, de Maria Gertrudes Novais, às 16 horas, no auditório da Junta de Freguesia da Trafaria, Rua Sacadura Cabral, Trafaria.

13 - Inauguração da Exposição “Liberdade”, às 16 horas, na galeria e sede da SCALA. A exposição de pintura estará patente ao público até ao dia 26 de abril.

27 - Inauguração da Exposição de pintura, autoria de Arminda Vieira, às 16 horas, na Galeria e Sede da SCALA. A exposição estará patente ao público até 10 de maio.

27 - “Poesia à Solta”, na SCALA, recordando Abril . Encontro de Poetas e amigos da poesia, que partilham entre si o gosto pelo universo da poesia, às 16 horas, na Sede.

 

MAIO

 

4 - Convívio musical com Gabriel Sanches, na Sede da SCALA, às 16 horas. Caro associado venha ouvir música e conviver.

11 - Os Poetas da SCALA e as Efabuladeiras de Almada Mundo vão estar, em parceria, na Associação da Quinta do Baubau, na Sobreda de Caparica, às 16 horas.

18 - Comemoração do Dia mundial da Poesia. Venha ouvir e dizer poesia com os poetas da SCALA, a partir das 16 horas, na Sede.

19 - Concerto “Em Cantos e Poesia”, no Teatro Municipal Joaquim Benite. Concerto de apoio à SCALA, com música de Francisco Naia e poemas de Maria Gertrudes Novais. Poesia dita pelos Poetas da SCALA e pelo nosso convidado António Matos. Espetáculo com início às 16 horas.

25  -  Inauguração da Exposição de pintura com o título “Sem fronteiras”, de António Barreira, às 16 horas, na Galeria e Sede da SCALA. A exposição estará patente ao público até 10 de maio.

Poesia à solta” na Sede da SCALA, às 17,30 horas. Espaço de partilha entre os poetas e amigos da poesia. Convite à declamação.

 

JUNHO

 

Concurso de Quadras Populares de Almada

Uma parceria entre a SCALA e a CMA.

 

3 - Festa Almada com Vida. A SCALA faz parte da organização desta festa em parceria com a Associação de Professores e outras associações. A SCALA participa neste evento, com poesia, no Largo Fernão Mendes Pinto, a partir das 15 horas.

6 - Festa Almada com Vida. Os Poetas da SCALA vão estar na Praça Capitães de Abril, em Almada, às 16 horas, onde vão declamar a sua poesia.

7 - Festa Almada com Vida. Participação do Grupo de Poetas da SCALA no Jardim da Piedade, a partir das 15 horas.

 8 - Inauguração da Exposição “Teatro é Teatro” de Leonor Vieira, às 16 horas, na Galeria e sede da SCALA. A exposição vai estar patente ao público até ao dia 21 de junho.

22 - Inauguração da Exposição “Almada em Festa” dos sócios da SCALA, às 16 horas, na Galeria e Sede.

29 – “Poesia à Solta” na SCALA, às 16 horas, na Sede e Música com Gabriel Sanches.

 

Festa das Artes da SCALA - Almada

OFICINA da CULTURA - ALMADA

25ª Exposição Anual

SCALA

 

Convite Festa Artes SCALA 2019. Cortesia Organização.png

Vou participar com o trabalho seguinte, de "Poesia Visual", que intitulei "Poema Psicadélico", para efeitos de concurso "Nau dos Sonhos" - 2018, promovido por APP - Associação Portuguesa de Poetas, que venceu.

"Poema Psicadélico" - 1986 A. Mata

Este quadro figurou pela primeira vez numa Exposição Coletiva, na Casa do Alentejo, em 2018. Exposição promovida pelo CNAP - Círculo Nacional D'Arte e Poesia.

E também englobou a Exposição Individual, organizada pela APP -Associação Portuguesa de Poetas, na respetiva Sede, aos Olivais, Lisboa, também no ano passado, com base precisamente nos vários trabalhos que elaborei na 2ª década de oitenta, inspirados na corrente estética designada por "Poesia Visual".

SCALA – Atividades 1º Trimestre de 2019

 

SCALA – Sociedade Cultural de Artes e Letras de Almada

 

JANEIRO – 2019

 

5- Efabuladeiras da Associação Almada Mundo, às 16 h, na galeria e sede da SCALA, na Rua Conde de Ferreira (ex-delegação escolar), Almada.

 

19- Inauguração da exposição de pintura de Carlos Gaspar, às 16 h, na galeria e sede da SCALA. A exposição estará patente ao público de 19 de Janeiro a 1 de Fevereiro.2019.

Apresentação do livro “Na sombra das palavras de Carlos Gaspar, às 17 horas.

 

26- Sessão de “Poesia à Solta” na SCALA. Sessão de encontro de poetas e de amigos da poesia, às 16 h, na sede da SCALA, Rua Conde de Ferreira (ex-delegação escolar), Almada.

 

FEVEREIRO – 2019

2- Inauguração da Exposição de pintura do Grupo Artis, às 16 h, na galeria e Sede da SCALA, na Rua Conde de Ferreira (ex-delegação escolar), Almada. A exposição estará patente ao público do dia 2 ao dia 15 de Fevereiro.

Altemira Foto original DAPL. 2016.jpg

 

9Apresentação do Livro “De Altemira Fiz Um Ramo, coordenado pelo nosso associado Francisco Manuel Caldeira Lopes, um Livro sobre Versos e prosas da Aldeia… às 16 h, na Sede da SCALA.

 

12O Grupo de Poetas da SCALA vai à Escola D. António da Costa “Dizer Poesia”.

 

23- Inauguração da Exposição documental dos 25 anos da SCALA, às 16 h, na galeria e Sede da SCALA, na Rua Conde de Ferreira (ex-delegação escolar), Almada. A exposição estará patente ao público de 23 de Fevereiro a 15 de Março.

 

23- Sessão de “Poesia à Solta” na SCALA. Encontro de poetas e amigos que partilham entre si a Poesia, às 16 h, na Sede da SCALA, Rua Conde de Ferreira (ex-delegação escolar), Almada.

Apontamento musical com Gabriel Sanches.

 

MARÇO – 2019

2- Inauguração da 25.ª exposição, “Festa das Artes da SCALA às 16 h, na Oficina da Cultura, Almada. A Exposição estará patente ao público, das 14 às 19 h. e das 20 às 22 h., até ao dia 17 de Março.

 

17- ALMOÇO DO 25.º ANIVERSÁRIO da SCALA, às 12,30 h, no Restaurante Nezy, na Rua Capitão Leitão, Almada.

Momento de “Poesia à Solta” com os Poetas da Scala, às 16 h, na Oficina da Cultura, Almada. Encerramento da Exposição “Festa das Artes da SCALA.”

 

23 – Gala dos 25 anos da SCALA, às 16 h, na Academia Almadense, na sala pequena.

 

30 – Comemoração do "Dia Mundial da Poesia", às 16 h, na sede da SCALA, Rua Conde de Ferreira, (ex-delegação escolar), Almada.

*******       *******

A apresentação do livro "De altemira..." ocorrerá simultaneamente com a Exposição do Grupo ARTIS. Será para mim uma grande honra desenvolver a apresentação do livro enquadrado com tão bonitas pinturas.

“Na Sombra das Palavras” – Apresentação de livro E…

... Exposição de Artes Plásticas

Carlos Manuel Fidalgo Gaspar

 

SCALA – Sociedade Cultural de Artes e Letras de Almada – 19 / 01/ 19

 

Alice no País das Maravilhas. Carlos Gaspar. Foto Margarida Gaspar 2019. jpg

 

 

Pois! Como lhe disse em post anterior, realizou-se o supracitado evento. Interligando Artes Plásticas e Poesia. A Arte apresentada, multidisciplinar – desenho, pintura, escultura, poesia visual – conjuga-se esteticamente com a Poesia e esta, por sua vez, com a arte pictórica, e através do Verbo, da Palavra, das palavras ditas e interditas nos sugestiona o mundo visual!

Parabéns ao Autor e à Família que valorizam a Arte e nos revelam os seus talentos de forma tão imaginativa.

 

Máscara. Carlos Gaspar. Foto Margarida Gaspar. 2019. jpg

 

 

As fotos apresentadas de autoria de Margarida Gaspar, filha do autor, comprovam o que afirmo. Os cravos, bem originais, são da autoria da esposa, Teresa.

 

Cesto. trabalho Teresa Gaspar. Foto original Margarida Gaspar. 2019.jpg

 

Pois! Não foi! Pois quem perdeu foi você. Pode crer!

 

A sala cheia, cerca de quarenta pessoas, uma moldura familiar, que englobava as diversas gerações: avós, pais, filhos, netos.

 

 E houve o dizer Poesia!

 

Para além dos habituais: Gertrudes, Clara, Palmira, Carlos, o autor e eu; também António Matos e Francisco Naia, que disseram como só eles sabem dizer; Naia cantou e improvisou.

 

Também, e é de realçar, duas jovens a dizerem Poesia: Letícia e Margarida.

E viva a Juventude! E viva a Poesia!

 

Não assistiu à inauguração, mas ainda pode visitar a Exposição, que continuará até dia 1 de Fevereiro. E adquirir o livro. Vale a pena!

Cesto e livros. Foto original Margarida Gaspar 2019. jpg

 

(E só agora publica este post, dir-me-á. Pois! Só hoje me foi possível e para além do mais não pude ir a “Poesia à Solta”, hoje, 26 de Janeiro.)

Mas quem perdeu fui eu.

 

Como aliás perde sempre quem não frequenta as atividades de mérito da SCALA.

Mas a Vida tem muitas curvas e contracurvas, como todos sabemos.

Até um próximo post.

 

(Notas Finais:

- Carlos é Autodidata e Amador. Como a grande maioria de nós, que andamos nestas lides da Poesia e da Arte.

- O 1º quadro intitula-se "Alice no País das Maravilhas" e é de 2003.

- O 2º, "Rosto Musical", de 2017.

Os cravos sugestionam-nos Abril e a Liberdade?)

 

 

“Sou poeta perdido”!

«Poeta perdido»

 

«Sou poeta perdido

nas páginas de um livro

sou sentimento rasgado de mim

sou metáfora, sou linha inacabada

vírgula na sina das palavras,

ponto final

quando chego ao fim,

e de três pontos em diante

me faço palavra errante

neste livro de poemas

em trilhado caminho

sou voz, declamada

no teu cabelo em desalinho.

 

Sou figura de estilo

anáfora, paradoxo

ironia de um coração quebrado

que depois de estilhaçado

não tem mais reparação,

e de coração em coração

de palavra em palavra

num eufemismo desbravado

de coração partido

te busco em todo o lado.

 

Sou poeta perdido

neste livro que enalteço

agora te dedico

tudo aquilo que padeço

e nesta hipérbole

num rasgo das palavras

sou tudo e não sou nada

no absinto da vida

se sinto ou não sinto

a alma corroída.

 

Musa sem rosto,

de longo cabelo negro

traz contigo palavras

ao meu desassossego

e de mãos soltas e caneta cravada

sou poeta, das musas

ao romper

de cada alvorada.

 

… três pontos,

vírgula,

quando te quero pausar

os destinos de um poeta

contigo se vão cruzar…

e neste fim de poema

anunciado

musas e poetas

de corpo são e alma errantes

nas cidades deste mundo

adormecem os amantes.

 

Poeta perdido

nas páginas de um livro

de olhos aguados

em cada palavra escrita

a vivacidade do poema

cravado no sentimento

da tua alma dorida.»

 

In.

«Na sombra das Palavras»

 

De:

Carlos Manuel Fidalgo Gaspar

 

Edição: SCALA Sociedade Cultural de Artes e Letras de Almada – 2018

 

Prefácio: Maria Gertrudes Novais.

Original DAPL. Casa Cerca. 2017.jpg

 

O livro «Na sombra das Palavras» vai ser apresentado amanhã, 19 de Janeiro, pelas 16 h., na Sede da SCALA – Sociedade Cultural de Artes e Letras de Almada, situada na antiga Delegação Escolar, R. Conde Ferreira 3 – Almada.

A anteceder a apresentação do livro de Poesia haverá a inauguração de uma Exposição do mesmo Autor, que conjuga poeticamente as duas vertentes: Artes e Letras!

A Poesia como tela e imagem de Si mesmo e dos Outros e a Pintura como expressão visual da Poesia, do Verbo, da Palavra, através da Cor e da Forma!

 

Visite! Participe! Será uma sessão artística e poética de mérito. Mas só com a sua presença poderá avaliar o que afirmo!

(Foto Original DAPL - 2017. Casa da Cerca)

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D