Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Aquém Tejo

Há quem do Tejo só veja o além porque é distância. Mas quem de Além Tejo almeja um sabor, uma fragrância, estando aquém ou além verseja, do Alentejo a substância.

Há quem do Tejo só veja o além porque é distância. Mas quem de Além Tejo almeja um sabor, uma fragrância, estando aquém ou além verseja, do Alentejo a substância.

Redução da Velocidade nas Localidades!

Vigílias, marcha lenta e petição evocam hoje a memória das vítimas da estrada

Nardos no quintal. Foto Original. 2021.08.08.jpg

Interessante esta notícia.

Andava há algum tempo para elaborar um postal sobre este assunto e estava a pensar publicá-lo por estes dias.

Todos constatamos nas mais diversas localidades, sejam elas aldeias, vilas ou cidades, o excesso de velocidade a que circulam os nossos automobilistas.

Um peão atravessar uma rua, mesmo numa passadeira, é um risco permanente.

Não há limitações de trânsito que condicionem a velocidade a que muito bom e santo automobilista, homem ou mulher, jovem ou velho, de qualquer condição, circule pelas nossas localidades.

Todos e todas correm como se não houvesse amanhã.

Às horas de ponta, de manhã ou de tarde, às horas de almoço, então “é um ver se te avias”. Anda tudo a correr em excesso de velocidade para onde quer que se vá.

A meu ver existe um método relativamente simples que condicionaria, à priori, qualquer excesso de velocidade. (Bem sei que existem sempre “os chicos-espertos”!)

Os carros novos são já todos(?!) “Carros inteligentes”! (Mais inteligentes que os donos?! Não sei!)

Dispõem de variadas funcionalidades automáticas.

Então, a meu ver, que não sou técnico, nem cientista, nem iluminado sob qualquer condição, e, admitindo que possa estar completamente errado, bastaria (?) o seguinte:

- Dotar todos os carros de um mecanismo que, perante a condição de ter de se cumprir determinado limite de velocidade, os ditos carros previamente avisariam os condutores desses limites a cumprir.

Apenas isso?! Perguntar-me-á, Caro/a Leitor/a.

Não!

Não só avisariam previamente, com a necessária antecedência, como logo que a ocorrência limitativa acontecesse, eles próprios diminuíam automaticamente a velocidade.

Tão simples assim!?

A ideia está lançada. Duvido que seja original. Certamente alguém mais iluminado/a que esta cabecinha pensadora já a terá congeminado.

Senhores e Senhoras Decisores, destas e doutras coisas, ponham-na em execução que é concretizável com toda a tecnologia atualmente existente e conhecimentos disponíveis.

Haja vontade de a executar! Que possível é.

Têm de me pagar alguma coisa por ela?! Não, que eu trabalho pro bono!

Se num futuro relativamente curto, puder atravessar passadeiras e circular com mais segurança dou-me por agradecido.

(Os carros antigos. Teriam de ser dotados com a nova tecnologia. Imaginem o impacto que tudo isto teria na indústria. E na VIDA das PESSOAS!)

Haja Saúde! E velocidade reduzida! (Menos ferocidade nas estradas e autoestradas!)

Foto?

Nardos no Quintal! Evocativos das Pessoas sinistradas em acidentes.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Posts mais Comentados

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D